terça-feira, 28 de abril de 2009

Longe de mim

Relendo meus poemas e posts até aqui enxergo tudo muito bonito. Os momentos bons e até os momentos ruins. Minhas criações poéticas e literárias.
Hoje à noite cansei da poesia. Cansei de versos. Cansei. Eu me revelo, me interpreto, descompreendo e não sou compreendida. Nem quando sou só poeta.
Por isso quero parar de poetisar por um momento. Nada parece poético essa noite. Nada parece real.
Estou longe de mim.

5 comentários:

Wania disse...

Querida Luciane...
Que esta noite tenha passado depressa e tu possas raiar novamente com o dia...
Dentro , bem dentro de ti...
Bjão e um ótimo dia pra ti!

Renata de Aragão Lopes disse...

Antes longe de si, que fora! rs
Bom dia pra você.

Luciane disse...

Obrigada, Wania... Raiei com o dia, sim... Beijos!
***
Com certeza, Renata. Antes longe do que fora. E as vezes até é bom uma distância. Tem dias que nem eu me aguento! :) Beijo!

Daniel disse...

Teus poemas são como tua terapia: tu te compreendes através deles. Nós leitores apenas egoisticamente transcendemos teus belos versos para nossas vidas...

Luciane disse...

Obrigada, Daniel! Nunca tive essa pretensão, mas poder proporcionar isso a quem por aqui passa é um privilégio! :)