domingo, 12 de abril de 2009

It's a long way to the top (If you wanna Rock n'roll)

Eu adoro AC/DC. Só descobri isso ontem. Mas descobri ainda mais que sair do lugar é o que traz essa sensação de algo estranhamente conhecido.

Não sou muito chegada a festas mais intensas ou principalmente eventos de última hora. Mas quero quebrar essa mania monótona de sempre saber onde vou com antecedência de mim. Quero me perder no improviso. Não quero mais somente a primeira hora. Ainda bem que tenho uma amiga que em sua pequena grandeza me dá esse privilégio. De vislumbrar universos que não são os meus, ou pelo menos universos os quais nunca me aventurei antes.

Então ontem, depois de um feriado levemente depressivo, na cidade, meio sem rumo, decidi junto com essa pequena grande parceira ir para a praia de Imbé assistir a um show de rock de uns amigos dela. Saímos as 21:30 daqui e pegamos a estrada. Delícia dirigir na freeway à noite, no meio de um feriadão, meio com medo, meio assim no impulso, hora completamente adolescentes ouvindo Like a Prayer, rindo, hora completamente adultas e profundas, falando de assuntos complexos e aprendendo a perder e a escolher.

Chegamos na praia.
E eu saí do meu litoral.

Muito legal ver como existem mesmo as tais tribos. A galera daquele lugar era totalmente Rock n'Roll. Não que eu não goste, pelo contrário. Mas me julgo mais pop do que rock, mais samba do que rock, mais mpb do que rock.

Quando a banda começou a tocar rolou uma euforia geral. Eu ali, assistindo aquela energia, as pessoas gritando a letra das músicas (e eu só conhecia duas). Um excelente show, músicas ótimas, eletrizantes. Vi a banda tocar com gana, curtindo muito estar ali. Saí do meu universo e ouvi uma outra esfera. E uma batida rock n'roll sempre ajuda, quando a do coração anda meio balada triste.

AC/DC agora faz parte da minha biblioteca musical.
Últimas horas fazem parte do meu relógio.
Parceria de amiga faz parte do meu enredo.
Ampliar minha trilha sonora faz parte da minha vida.

"Living easy, living free
Season ticket on a one-way ride
Asking nothing, leave me be
Taking everything in my stride
Don't need reason, don't need rhyme
Ain't nothing I would rather do
Going down, party time
My friends are gonna be there too
I'm on the highway to hell
No stop signs, speed limit
Nobody's gonna slow me down
Like a wheel, gonna spin it
Nobody's gonna mess me round
Hey Satan, payin' my dues
Playing in a rocking band
Hey Momma, look at me
I'm on my way to the promised land
I'm on the highway to hell(Don't stop me)
And I'm going down, all the way down
I'm on the highway to hell"

5 comentários:

Olive Tree Guitar Ensemble disse...

Hi, it's a very great blog.
I could tell how much efforts you've taken on it.
Keep doing!

♥♥♥♥♥ Jennifer™® ♥♥♥♥♥ disse...

your blog is very good

Kerby disse...

nice blog

Jânio Dias disse...

Que coisa, a lastfm disse que nosso grau de afinidade musical era "muito alto".

Acho que você é mais rock do que pensa!

Luciane disse...

Thanks! Pois é. Quem sabe agora eu seja uma garota Rock n' Roll! :)