quarta-feira, 6 de maio de 2009

Vento para Crer...

Dias de vento sempre me dão uma idéia concreta de passagem, de que as coisas vêm e vão embora. É uma sensação triste mas também confortante. Sentir o vento no rosto é reconhecer as minhas fronteiras, diferenciar o meu corpo do resto do mundo. Sentir o arrepio e os cheiros que o vento traz.

Sinto que o vento que hoje levantou meus cabelos e secou um pouco meus olhos veio me avisar de que novos tempos estão chegando. Eu preciso é aprender a receber esses novos tempos de braços abertos, aprender a arte da paciência, e seguir sendo eu mesma, sem medo do que vou perder com essa ventania. Porque o novo sempre vem, e o que o vento tiver que levar, se vai...

***
"E como será?
O vento vai dizer
lento o que virá,
e se chover demais,
a gente vai saber,
claro de um trovão,
se alguém depois
sorrir em paz."
Los Hermanos - O vento

9 comentários:

marcelo disse...

Achei muito bonito! Tu sabe que sou fã do vento, não podia deixar de fazer um comentário. O vento faz tudo dançar. Beijão!

Luciane disse...

"O vento faz tudo dançar". Meu irmão poeta... Beijo!

MARCO DE CURTIS disse...

Luciane,
Tudo bem com vc?
Legal a dica a respeito do filme "Beleza Roubada", no post lá atrás (ou embaixo, sei lá). Havia me esquecido como este filme é genial, tocante.

"A alegria é a prova dos nove".
Oswald Andrade

bj p/ vc

Luciane disse...

Oi Marco! Tudo bem, e tu? Quanto tempo! Que bom que fiz tu relembrar do Beleza Roubada, grande e belo filme!
Beijo pra ti também, e obrigada pela lembrança do Oswald!

Henrique Crespo disse...

Vento leva embora e também traz. O vento também faz um barco navegar ou planador flutuar. Enfim, vento é movimento.

Beijo

Luciane disse...

É isso aí, Rick...enquanto houver vento para nos mover a vida segue... Eu só ando precisando é de um catavento bem colorido para iluminar tudo! Bjo!

Cris Bertoni disse...

Que os ventos te tragam sempre gratas surpresas, então.
Belo blog Lu.
Bjo!

Luciane disse...

Oi Cris! Obrigada pela visita!
Beijo!

Renata de Aragão Lopes disse...

O vento leva e lava...