quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Digo a vocês, meus senhores

Digo a vocês, meus senhores
Que sigo preferindo o longo caminho
Pela beleza de suas paisagens e curvas,
pois sei que já não caminho sozinho.

Digo a vocês, meus senhores,
Que sigo preferindo o pranto
Por suas lições e recomeços,
à vida tranquila mas sem encanto

Digo a vocês, meus senhores,
Que prefiro a pílula pálida
Que por vezes na garganta entala,
à pilula dourada, falsa cálida.

Digo a vocês, meus senhores,
Que prefiro me atirar na vida
Mesmo sem certeza ou garantia,
a passar por ela batida.

Digo a vocês, meus senhores
Que viver assim é complexo,
Pois buscar saber quem se é
Traz sempre um duro reflexo.

Saibam então que busco, meus senhores,
desesperadamente, saber quem eu sou
E cuido bem de minhas dores e vitórias
Porque essa busca, ah, sempre me encantou!

6 comentários:

Henrique Crespo disse...

Fiquei um tempo sem aparecer. Enrolado com umas coisas.
Mas chego aqui e tem um monte de coisas.Palavras e pensamentos. Vou a eles.

Uma vez vi uma camiseta que dizia algo mais ou menos assim: Tá bom, sei quem é você mas quem sou eu?

Luciane disse...

Pronto. Já adorei essa camiseta!
Então, welcome back! :)

Marilu disse...

Eita essa Mestra tá pra lá de inspirada :)
Sigo na minha leitura diária !
Parabéns ! Bjo

Beth disse...

Metida a poeta, não. És uma poeta de fato!
Lindo!
Parabéns!
Beijos!

Luciane disse...

Obrigada, Beth!!
:*

Luciane disse...

E obrigada a minha outra leitora diária! Bem que a gente podia marcar alguma coisa logo né, Marilu? Beijao!