quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Supergrass e a vida adulta

Indo para o trabalho ouvindo o cd dessa banda que eu recomendo muito, Supergrass, debaixo de uma super chuva que não deixa de cair nessa cidade, fiquei pensando nas responsabilidades da vida adulta. Quantas vezes a gente não sente vontade de pedir que tudo pare, e que repentinamente nossas tarefas, compromissos e atividades voltem a ser os temas do colégio, as famosas e temidas semanas de provas, brigas com a melhor amiga, os guris chatos, os dramas pelos amores platônicos não correspondidos, ter que chegar em casa morrendo de fome mas ter que tirar o uniforme antes de sentar na mesa, etc.

Hoje as coisas mudaram. Ainda assim, temos que usar outros tipos de uniformes. Temos que ser uniformes em tantas coisas. Só temos que ser diferentes e extraordinários quando é algo dificil, algo que exige criatividade, grandes idéias, para constantemente termos que ser diferentes, vencer, nos destacar. E cansa. Nossa, como cansa.

Ao mesmo tempo, ver-se com essa vida de adulta e poder dar conta dela, cumprir tarefas, respeitar os prazos, ser digna de confiança faz um bem tão grande. A grande questão é que para isso, a gente tem que estar bem por dentro, tem que estar com nossos leões domados, nem que seja apenas por um tempo. Temos que conhecer nossos calcanhares de Aquiles, que são tantos. É trabalhoso ser adulta e querer se compreender.

Mas ter a sensação de dever cumprido, de que se faz o que se escolheu e que se faz isso bem feito, é bom demais. As recompensas de sermos adultos são boas e fazem todas as dificuldades valerem a pena. A independência, a liberdade (mesmo que nem sempre e não completamente), o futuro.

É isso. Boa sorte a todos nós nessa vida adulta. Que pode até ser dificil mesmo, mas fica bem menos complexa com uma boa trilha sonora. Então, bora ouvir Supergrass! O resto a gente vai dando um jeito!

8 comentários:

Roberta Nina disse...

Adorei e concordo com tudo, inclusive com a trilha.
beijos :)

Luciane disse...

Que bom Roberta! Eu conheci há bem pouco tempo e adorei! E conheci também a banda "Wilco". Se ainda não ouviu, vale a pena! Beijão e obrigada pela visita!

Wania disse...

Lu, escrever o roteiro, atuar no papel principal, patrocinar e ainda dirigir o filme da nossa própria vida não é pouca coisa...rsrsrs, mas se o nosso papel fica claro desde o início, tudo flui melhor...e com trilha sonora, então... concorremos ao Oscar!!!

Brinquei, mas o assunto é sério e o abordasse muito bem como sempre!

Bjão e boa produção neste nosso set de filmagens em tempo integral!
PS: bem que amanhã poderíamos filmar com sol...rsrsrs!

Luciane disse...

Seria bom filmar com um solzinho sim, mas cenas de chuva també mrendem lindos filmes não? O que eu não quero é te perder como "personagem" do meu roteiro. Fica sempre por aqui! Beijo, querida!

Marcelo Novaes disse...

Luciane,



Domar leões e conhecer os [muitos] calcanhares de Aquiles. Reforçar-se, conhecer-se. E usar alguma tornozeleira também, quem sabe.



Parabéns pelo blog!









Beijos,








Marcelo.

Luciane disse...

Adorei a idéia da tornozeleira! Obrigada pela visita! :)

Anônimo disse...

é a vidanao e facil,mas apesar de tudo vale a pena viver... é bom demais...
linda a maneira como escreveste..
gostei muito sara

Luciane disse...

que visita boa essa, mãe. Adorei! Bjo!