quarta-feira, 23 de setembro de 2009

RPM

Ele: Ei, me espera um pouquinho!

Ela: Não posso, estou atrasada.

Ele: Atrasada para que?

Ela: Para te resgatar! Tchau!

Ele: Mas eu sempre estive aqui...

(...)

Ele: Sou meio maluco, né? Eu sei que minha mente às vezes vaga por lugares meio insólitos e que sou meio marcado pela vida, mas não sei ser diferente.

Ela: E por que deveria?

Ele: Porque as vezes isso assusta. Sei lá, como se eu vivesse constantemente em uma rotação diferente do resto do mundo.

Ela: Mas eu acompanho a tua velocidade, sei em que mundo tu vives e eu não te perco, mesmo quando tu estás longe de mim. Eu sei o que tu pensas, sempre.

Ele: Eu nunca acreditei nisso, até agora. Mas hoje nem resisto mais. Tu sabes sim e essa tua capacidade de me acompanhar me assusta.

Ela: Então para de correr. Me espera e caminha comigo.

5 comentários:

Lara Amaral disse...

Sempre há alguém para nos acompanhar... Bonito! Beijos.

Wania disse...

Lu, nós temos mesmo esta capacidade de entender e também se adaptar as "RPM" do outro... ainda não sei dizer até que ponto isso nos facilita alguma coisa!! Ás vezes... assusta e afasta!

Que a vida espere e que a gente possa caminhar ao lado de quem a gente quer!

Bjs

CeciLia disse...

Lindo, querida. De uma certeza tranqüila e boa.
Beijo,
CeciLia

Luciane disse...

Obrigada Lara, querida. Sempre há alguém sim! Nunca estamos sós. Beijo!
***
Amém, Wania, Amém! Beijão!
***
Ah, CeciLia, como eu gosto quando tu vem trazer um pouquinho da tua luz aqui para mim! Bjo!

Anônimo disse...

Lu, o amor é um encantamento, uma forma de auto-percepçao,de afirmaçoes e de descoberta que se unem,caminham lado a lado de maos dadas e nunca acaba...