terça-feira, 3 de março de 2009

Quem somos nós?

Eu quero saber quem é você
no dia em que você não saiu bem na foto.
No dia em que você escolheu mal a sua roupa.
Naquele dia em que você falhou.
O dia em que decepcionou alguém.

Quero saber quem é você quando tudo dá errado,
Quando você acorda e o seu cabelo parece péssimo.
O dia em que você acorda doente, com olheiras.
No dia seguinte a um porre desmedido e estúpido.

Quero conhecer você quando cometer um erro
Quando aparecer seu preconceito, o que de pior há em você
Só então me diga quem você é.
Só então acredite que você conhece a si mesmo.
Até lá, você é apenas mais uma pessoa comum,
querendo parecer o que ainda não é.

10 comentários:

marcelo disse...

Now you´re talking baby!!
Gostei!! Difícil achar alguém que queira isso! Na cara! Na Veia!

Nadia lopes disse...

uhuuuuuuuu, show Lu!
No fundo é isso, queremos nos saber sem medos e muros, sem nosso melhor sorriso, sem nenhuma escora, ou máscara, mas atyé lá, como diz um proverbio chines brilhante: "saber e não fazer, ainda é não saber"..que saibamos ser!!

beijo

Luciane disse...

Isso aí, mano.
Crus e reais.
Até os ossos.
Custe o que custar.
***
Nádia, complemento perfeito. Não adianta sabermos disso se não formos isso. Valeu por essa! Beijo!

Henrique Crespo disse...

já falei aqui de uma camiseta que estava escrito algo mais ou menos assim: Eu sei quem é você mas quem sou eu?

Um pessoa é o que acha que é ou o que os outros acham que ela é? O que parecemos ser também não é parte do que somos? Não tenho essas respostas. rs

Luciane disse...

Putz, Rick. É verdade. Já tivemos esses papos existenciais algumas vezes! Acho que o que a gente acredita que é também é parte do que somos sim. O complicado, na minha opinião, é não querer mostrar aos outros (e pior, não querer mostrar a si mesmo) nossas falhas, nossos defeitos, e criar uma imagem falsa tão convincente de perfeição que até a gente mesmo passa a cair na própria armadilha. Mas sabe do que mais? Acho que agora eu também já não sei mais!!! :)

Henrique Crespo disse...

Tem gente que se esconde mesmo. Isso não é legal. Mas vai saber os motivos deles né? Medo talvez. Ao se esconderem acabam se escondendo da vida.

Daniel disse...

ontem eu era quase tudo isso. nunca saio bem em fotos, escolhi umas meias horrorosas, falhei num diagnostico e te decepcionei com um atraso.

deu quase tudo errado no que eu tinha que fazer, meu cabelo é o caos matinal, meus olhos estavam vermelhos e tomei uns chopps a mais. errei feio numa cópia de dados, fiz uma piada preconceituosa, mas light.

esse sou eu, serzinho-humano, suscetível a falhas. elemento importante pra quebrar a monotonia que seria a vida só com os perfeitinhos.

Luciane disse...

Humano, imperfeitinho e com uns olhinhos azuis bem bonitinhos. Bem como eu gosto. Mas dizer que tu sai mal em fotos é covardia, né?

pensar disse...

Veio de acaso, mas era o que eu estava pensando.... tirar as máscaras, conhecer os segredos mais profundos, se aceitar e aprender com a diferença.
Talvez tudo isso me venha por causa da noite aquecida pela poesia cantada (maravilhosamente) pelo Frejat, que muito fala disso.
Bjs

Luciane disse...

Que ótimo...foi bom o show? Eu adoro as letras dele. Aliás, esse teu comentário me inspirou para escrever o meu último post. Obrigada! :)
Bjos