terça-feira, 14 de julho de 2009

É necessário coragem!


Belo Horizonte, 30 de Dezembro de 1942

“… Esta terra aqui é desgraçada, Mário. Ou o sujeito foge daqui (como fez o Carlos Drummond e recentemente o Oswaldo Alves), ou se perde mesmo. È o caminho de todos nós se aqui ficamos: casar, ter filhos, criar galinhas, um bom emprego, condição social – e literatura mesmo… horas vagas! É o cúmulo. E lá vou eu, Mário, lá vou eu. Nem queira saber que drama tem sido isso para mim. Estarei indo pelo mesmo caminho? Será que conseguirei reagir a tempo, ou me agüentar a-pesar de tudo? Estarei sujeito a ser artista nas horas vagas, por diletantismo? Isso para mim será pior do que a morte. Mas então é preciso mesmo mandar tudo à merda e tocar pra frente, romper com tudo e todos, abandonar tudo e todos, fugir daqui para poder se agüentar? Sinto perfeitamente que se continuar com o corpo mole acabarei pior do que eles, Mário. E isso não pode, não pode acontecer de maneira nenhuma. Coragem eu tenho, se for necessário…”

Correspondência de Fernando Sabino a Mario de Andrade, retirado do livro “Cartas a um jovem escritor e suas respostas” que lembrei quando visitei blog dela!

5 comentários:

fale com ela disse...

Em 1942 ou em 2009, com pouco ou muito charme, é preciso de um ingrediente básico: coragem!
:)

Carol Passuello disse...

Não vês?
É preciso jogar por escadas de mármores baixelas de ouro.
Rebentar colares, partir espelhos, quebrar cristais,
vergar a lâmina das espadas e despedaçar estátuas,
destruir as lâmpadas, abater cúpulas,
e atirar para longe os pandeiros e as liras...

(...)

Mas é preciso ter baixelas de ouro,
compreendes?
— e colares, e espelhos, e espadas e estátuas.
E as lâmpadas, Deus do céu!
E os pandeiros ágeis e as liras sonoras e trêmulas...

Cecília Meireles em Gargalhada

Renata de Aragão Lopes disse...

Imagino que ela seja eu! (risos)

Que trecho fabuloso, Lu!
Beijo pra você
e sigamos na troca! : )

Luciane disse...

Isso aí, Carmem...isso não muda com o tempo.
***
Que lindo isso, Carol. Amei. Obrigada! Beijão!
***
Oi Rê! É do teu blog sim, inclusive tá ali o link para quem me visitar poder chegar até ti também! E vamos trocando sim! Bjo!

Improvisos de um louco disse...

Coragem sempre!!!