segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Testemunha

Beverly: Por que você acha que as pessoas se casam?

Sr. Devine: Paixão?

Beverly: Não.

Sr. Devine: Interessante, eu pensei que você fosse uma romântica. Então, por que é?

Beverly: Porque precisamos de uma testemunha para nossas vidas. Há um bilhão de pessoas no mundo, que importância tem a vida de cada pessoa, na verdade? Mas no casamento, você se compromete a se importar com tudo. As coisas boas, as coisas ruins, as coisas terríveis, as coisas comuns… com tudo, sempre, todos os dias. Você diz: “a sua vida não passará sem ser notada, porque eu estarei lá para notar. Sua vida não ficará sem testemunhas, porque eu serei a sua testemunha.”

* Cena do filme "Dança Comigo", extraida do ótimo site
Picadinho de Roteiro, dica quentíssima da parceira blogueira Milena. Vale conferir!

7 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

interessante

Renata de Aragão Lopes disse...

Também registrei
esta frase,
quando assisti
ao filme...

PERFEITA!

Beijo,
doce de lira

Dani disse...

humm, interessante. é um querer compartilhar, não? uma troca, eu testemunho você, você me testemunha.

temos os amigos, temos a família, temos os colegas de trabalho/estudo, mas no "casar", escolhemos alguém a quem vamos dedicar mais do nosso tempo, da nossa atenção.

algo como "estamos juntos nessa", pro que der e vier.

beijocas!

Kenia Cris disse...

Você é casada Lu? Eu não sou ainda não. Na verdade, nem sei se serei um dia. O diálogo é certamente memorável. Valeu pela dica do site. Beijo carinhoso! =*

Luciane Slomka disse...

Obrigada, Marcos!
***
Nem assisti ao filme, mas achei que essa frase traduziu muito meu sentimento, Re. Beijo!
***
Isso aí, Dani. Acho que o conjuge é uma testemunha diferente...um cúmplice da vida, eu diria... Beijo e obrigada pelo comentário!
***
Oi Kenia! Ainda não sou casada, mas de qualquer forma esse trecho vale, até mesmo para quem não quer casar, ne? Beijo!

Marcelo Novaes disse...

Luciane,




Ver e viver algo sozinho pode ser assustador na infância, se isso for uma visão que pareça incomunicável (ou que nenhum adulto possa/ queira ouvir). Ter uma testemunha parecerá sempre importante. porque aquele que vê, sem testemunhas, carrega um fardo: o do portador-solitário-da -visão. Ou vivência.



Solidão de Prometeu, que carregou o fogo sozinho.







Beijos,








Marcelo.

AdriB. disse...

Verdade!

bjx

PS.: gosto muito daqui. teus textos são ótimos