quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Antes que seja tarde

Tento escrever mas não consigo. Tantas palavras entupidas na garganta. Trancadas entre meus dedos. Tantas que nessas horas às vezes o melhor a fazer é calar. Porque pior do que falar demais ou calar demais é falar qualquer coisa para distrair, desfocar do que realmente ensurdece. Há que se ter coragem de sempre falar a mais pura verdade; aquela que esteja assim pulsando, pedindo passagem, estourando o coração. Enquanto isso, acho que esse vídeo fala um pouco por mim.

video

4 comentários:

Daniel disse...

ouvir o próprio silêncio as vezes alivia, ouvir música alta para se livrar da conversa interior as vezes alivia... vais achar teu caminho, teu alivio e tuas palavras de volta...elas fazem falta

Luciane disse...

Obrigada Daniel! Assim espero e confio! :)

Wania disse...

Existem tempos de casulo e tempos de borboleta!

Todos os são necessários para que o voo se realize!
Cada coisa tem seu tempo...

Bjão carinhoso pra ti!

Talita Prates disse...

A verdade, sempre Lu!
Adorei esse texto: às vezes me sinto assim.

Bjo enorme, querida.
:)