terça-feira, 23 de março de 2010

Eu não vou ficar para ossada na encruzilhada

Extraído daqui.

3 comentários:

Pedro disse...

A gente só espera não aprender tarde demais.

J. disse...

A tirinha tá muito pequena... Não consegui ler... =(
Beijos.

J. disse...

Agora eu consegui ler! rs
Essas preocupações passam pela minha cabeça todo o tempo: estarei tomando os caminhos ou os atalhos? Mas, como li nesses dias, quando eu morrer, vou ser enterrada sozinha. Por isso não posso dar a ninguém o direito de decidir por mim...
Beijos.