sábado, 23 de outubro de 2010

Sentidos


É na intensidade das coisas que os sentimentos parecem se esconder o mais fundo possível, como se quisessem nos desafiar, testar para saber até onde iríamos para realmente conhece-los. Ate onde podemos persegui-los? Até onde queremos realmente encontra-los?

Eu não sei se exagero nos meus confrontos ou se menosprezo minhas ideologias mais fúteis. O que sei é que de tempos em tempos a ameaça do fim da ilusão de eternidade me assombra e por vezes é muito mais do que temor existencial.

É um susto por perceber o quão grande é a vida, o quanto podemos, se quisermos ou conseguirmos, sugar dela o máximo, aprender com ela, ganhar com ela, perder com ela, morrer com ela. Essa vida do dia-a-dia mesmo, não a vida enquanto conceito abstrato ou generalista. Senão acreditamos que a vida é uma coisa imensa, intangível e até impossível. Enquanto que o que ela realmente é só aparece nas coisas mais simples. Sentir é estar vivo. Parece simples, mas não é.

A busca de um sentido para a vida, independente das circunstâncias. Eu não entendo mais nada de circunstancias, expectativas ou resultados. Eu só entendo o que eu sinto e já faz um tempo que é desse código que venho me ocupando. O sentido é sentir.

Pensar é necessário, saber deixar-se sentir é sagrado.

8 comentários:

Ana Rita Kurtz disse...

Nossa Lu como sempre
sempre postou coisas lindas!!!

Eu estou aos pouquinho ajeitando o
meu mas espero que até agora tu estejas gostando!! Nossa ta sendo uma experência maravilhosa de verdade amada!!

Ana Rita Kurtz disse...

Oi Lu amada nossa tu sabe
como é bom saber que tu estas
gostando do meu blog, tu és a
principal ferramente para que esse
meu novo momento começasse vou lhe
grata eternamente, óbviamente não só
por isso mas por tudo o quetu tens
me ajudado, apoiado nessa minha nova
etapa da minha vida!!!
Já coloquei sim o endreço do meu blog na minha biografia, no meu orkut e bem louca no meu msn também.
Tu conseguiste receber o meuoutro comentário sobre como faço para anexar imagens no blog? Estou com
saudades bjus te cuida bom findi!!!

Nádia Lopes disse...

Lu, queridona só a ultima frase já silenciaria qualquer outra, saber se permitir sentir é uma das tarefas maias árduas e ao mesmo tempo tão básicas pra ser gente né?
beijo grande com saudade de ti

eniolin disse...

Lu amada,
quem faz o mundo melhor é quem no seu cotidiano constroi a si e aos outros com valores generosos.
obrigada pela sua generosidade, por compartilhar conosco seus sentimentos.
te amo

Renata de Aragão Lopes disse...

"de tempos em tempos
a ameaça do fim
da ilusão de eternidade
me assombra"

Também a mim, Lu...

O que temos?
Esta vida:
inteira,
a ser intensa,
a ser imensa...

Um beijo,
Doce de Lira

pensar disse...

Lu, semp´re amo teus pensamentos postados aqui. A vida é uma dança e amar é arte.bjao

Sandrovisks disse...

A morte é uma ilusão, só sabe quem viveu! (paulo Cesar Pinheiro)
Mas através dela tive minha maior lição. Entenda, na vida "sabemos as lições de cor, apenas não aprendemos" (um amigo me disse isso um dia, não sei de onde tirou) rs. Por que falo isso? A pessoa que mais amo, faleu a 5 anos, era um tio de 26 anos. Ele é tudo na minha vida, e com sua partida, tive que aprender que: Para se amar, odiar, ser feliz, triste, perdoar, odiar, chorar, sorrir, dependemos de uma única coisa, o tempo. Somos seu refém em todos os aspectos, ele é o único portador da sabedoria. Aproveitar o hoje, agora, é o mínimo que podemos fazer por nós mesmo.

Thiago disse...

Ola amiguinha,

Seu blog é ótimo, vc escreve muito bem!!! Parabens!! vistarei mais vezes eu cantinho.
Bjus